"A literatura tem essa magia de nos tornar contemporâneos de quem quisermos." (Inês Pedrosa)

sábado, 29 de janeiro de 2011

Tributo à Fernando Pessoa

Foi num sonho que vi a  mais bela paisagem, que senti a brisa mais suave e a música mais linda que nunca compus... foi em sonhos também que possuí a mais bela mulher, com o mais suave perfume e o mais sublime sorriso. Desperto só vi paisagens e músicas medíocres, e a brisa apenas um vento quente e seco.  Mulheres, não há nenhuma que se compare nem em beleza nem em virtude a doce Helena do meu sonho. Da vida nada fiz senão sonhar. E após o climax de cada sonho, a desolação do acordar em mundo de sonhos irreais. Há ainda os sonhos lúcidos, saber que se está a sonhar é destruir com marteladas da lucidez qualquer sonho - um suicídio onírico. E agora desperto e lúcido, consciente de como existo, percebo que os meus sonhos são um refúgio estúpido, como um guarda chuva contra um raio! E não há saudade mais dolorosa do que as coisas que nunca foram! Aquelas paisagens que não sei onde encontrar e a mais bela mulher que jamais verei... Sonhar é estar num lugar qualquer, sem saber como chegou ali, mas sem com isso se importar, onde o tempo não existe e o objetivo é claro... o sentido é apenas sonhar sem saber que se está a sonhar.

- Alan Teixeira

3 comentários:

Evandro Oliveira disse...

Lindo texto, linda homenagem ao mestre...Pessoa é simplesmente único, depois de Camões, acho que nunca se escreveu tão bonito em nossa língua.

Abraços e bom final de semana!

W4st3r Silveira disse...

Interessante o blog. Parabéns!
Se puder visite meu blog, tem algumas coisas boas lá.


T+

Walison
http://downloadcult.blogspot.com/

Bento Sales disse...

Fernando Pessoa merece todos tributos e atributos que fazemos para ele.

Abraços.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...